Longe Ainda Do ‘Machine Learning’

Longe Ainda Do 'Machine Learning' 1

Longe Ainda Do ‘Machine Learning’

É um cilindro preto, de em torno de 25 centímetros de largura por oito de diâmetro. É chamado Echo e é instituído como um grande-falante ligado. Mas a sua essência é a corporeización da Inteligência Artificial Alexa Amazon, que reside na nuvem, ouça, aprenda, responde e é apto de tomar o centro do palco, numa jornada de especialistas em “Machine Learning’ (ML). A Alexa lhe perguntaram por que a agenda do dia e se lançou para mostrar aos palestrantes até que a condutora de carne e osso, ordenou-a calar.

posteriormente, Poul Petersen, chefe de infra-estruturas de BigML (empresa de ponta em ‘Machine Learning’) pediu ajuda para localizar residência e IA-lhe conduziu até o que seria a compra término, balançando tuas preferências e disponibilidade de casas. Alexa é um modelo óbvio de que as implicações dessa tecnologia. “, esclarece Martin, “já que, se isso lhe apresenta uma vantagem competitiva, não o explica.

Um exemplo: no Google, que tem os mais recomendados arquitetos de centros de fatos, com ML podem distinguir melhorias em economia de energia em 15% até 40%. O que seria em Portugal uma economia de energia de 40%! Machine Learning’ é uma tecnologia de moda, contudo não está recém-idealizada, como tentou explicar Tom Dietterich, um dos pais do ML e também co-fundador de BigML, em Corvallis, Oregon.

E antes disso, co-fundador da International ML Society. Tem trabalhado neste campo, a partir dos anos 80, quando se começou a criar um software inteligente de programação, reconhecimento óptico de caracteres e comunicação com a máquina por intermédio de linguagem natural.

Agora é o vasto momento do ‘hype’ cerca de ‘Machine Learning’ e o ‘Deep Learning”, uma subárea dessa disciplina que aprende, a título de exemplo, a diferenciar em uma imagem, se é um gato ou é um cão. São tecnologias consideráveis pra, a título de exemplo, montar o automóvel sem motorista.

“muito mudou em vinte anos”, explica Martin. “Então não havia diversos dados pra trabalhar e para montar um procedimento que de imediato se leva duas horas com as redes neurais, desse modo, tivesses precisou por volta de 250 anos. Agora, os computadores são mais rápidos e mais baratos e existem muitos dados.”

  • Laboratório: Casting entre os tipos de dados
  • um Economia e negócios 3.1.Um Descritiva
  • O dinheiro não faz a alegria. (…) A compra feita
  • 38 Editatón 20170505
  • Conecta com o estado emocional de quem escreve e permite descarregar as tensões
  • Vídeo: HDMI 2.0
  • 7 Algoritmo de morcego

E o que se passa com Portugal e o ‘Machine Learning’? Você Está impactando neste momento de alguma mandeira, a indústria espanhola? O suíço Martin não gosta de como as coisas vão: “Haverá indústrias que o aprovarem a amplo velocidade. Não conheço somente a nenhuma corporação que esteja utilizando em produção. Muitos falam que querem usar ou que imediatamente o tenham feito, contudo não de maneira que se irá do início ao encerramento, os detalhes para a criação.

Temos compradores de Dinamarca, Holanda, EUA, e sim o que estão fazendo . Aqui existem barreiras internas, quem sabe porque as pessoas que o vê não é o que dirige a organização. Mas é claro que há projetos enfase de protótipos que são capazes de ser muito valiosos”.