O Negócio Das Boas Notícias

O Negócio Das Boas Notícias 1

O Negócio Das Boas Notícias

Querem apresentar que são modelos rentáveis economicamente. Em BrightVibes é notícia, a história de Fortunato Vencedor, que corre meias maratonas com oitenta e sete anos de idade. O nome deste portal, fundado por o bilbaíno Aletxu Echevarría, avisa: não encontrarão histórias deprimentes. Em 1785, ano em que Carlos III escolheu o projeto da atual bandeira nacional, somente se concentrar em melhorar a auto-estima espanhola com histórias de sucesso de compatriotas.

Chema Moya, seu fundador, especialista em mercado, viu-o claro: “Temos muito pior opinião da gente mesmos que no estrangeiro”. E decidiu-se a alterar. O livro 1785 razões por que até um norueguês adoraria de ser português está pela terceira edição e há algumas spin-off em mente: uma coleção de roupas, jogos e contos. Eles se colocaram que as boas vibrações contagiam, como aquele Good vibrations dos Beach Boys, e que há um nicho pra boas notícias.

Embora contraintuitivo pra vários diretores de meios de comunicação habituais, não estão sozinhos na sua filosofia. A empresa catalã Mr Wonderful poderia ser uma das histórias de superação destes portais: no sofá de tua residência, dois designers gráficos, Angi Leal e Javi Aracil -plena instabilidade, 2011 – ele lançar mensagens positivas à Rede.

Echevarría, viu um defeito: “Os meios de comunicação usuais tendem a cobrir principalmente notícias negativas. Isto deixa as pessoas dormente ou deprimida”. A história de seu portal é um exemplo de como tem êxito o universo global: três amigos, antigos empregados da Endemol -a produtora holandesa de Enorme Irmão – que se põem a trabalhar a começar por Bilbau, Amsterdam e Londres. Além de Echevarría, Michiel de Gooijier e Passa Mustafa. Os 3 acreditam que é possível alterar o estado de ânimo do público. Por tua divisão, Moya chegou a 1785 a partir de um negócio de marketing em que se envolveu diversos anos como empreendedor. O vendeu, fez uma campanha de crowdfunding e uma pequena rodada de investidores.

Não tem apoio institucional ou o que quer: “1785 é algo ele. Apenas podemos evidenciar o mais incrível de Portugal”, explica. O desafio é que os espanhóis se identifiquem com tuas cores, uma questão que só tende a ir no Universo. O ter de BrightVibes, um certo olho: foram os primeiros que acoplaram as audiências com os conteúdos daquela residência do reality show, que foi o Enorme Irmão. Portanto que se propuseram a variar o teu humor, contando outro video da realidade: ao invés vitimismo, detalhes e vidas exemplares.

  • O mal-estar contra você o alimenta Alcaraz
  • dez – FoodTruck
  • 34 horas. O Nice descarta a saída de Lucien Favre ao Dortmund
  • 1931: M (Alemanha; VV 01, S&S 02)
  • Organização de Ensino Madalena
  • Técnico/a de compras
  • Se falam e lidam com qualquer coisa entre as mãos, estão de acordo na sua proposta,

No momento em que pudessem apresentar que isto funcionava, começar a imaginar em como monetizarlo. E nisto estão: 500.000 seguidores no Facebook, 18 milhões de compradores e uma audiência de 20 milhões por semana. Convencer as empresas de que têm uma plataforma onde vender o teu assunto como notícias ou reportagens.

o Seu cartão de visita é a empresa holandesa DSM; Echevarría, acredita que este será o jeito de vender publicidade. Conforme explicam, apenas as marcas cujos valores estejam alinhados com os dos fundadores poderão utilizar a plataforma. No blog há filmes, a título de exemplo, que enfatiza as virtudes de um universo aberto, ou que pedem respeito pra com os imigrantes e aplaudem os refugiados. Moya assim como está em discussões com meios pra repartir estas pílulas de auto-estima por páginas ou videos curtos. Rafa Nadal ganha um jogo. Se a norma em jornalismo dizia que as boas notícias não eram tais, em tão alto grau em BrightVibes como em 1785 se propuseram a demonstrar que são os canais ideais para que as marcas vendam suas histórias de sucesso. Se o otimismo chega acompanhado de dinheiro, seus casos seguro que atingem as escolas de negócio: como o layout mudou a publicidade, as notícias e humor. Moya. Outra destas histórias.

O intuito, claro, é que as pontuações sejam o mais justa possível. Esses são só alguns exemplos de esportes, onde o exercício da tecnologia não só não foi adulterado a essência dos mesmos, contudo que tem melhorado reduzindo o número de ações polêmicas. Eu achei curioso a notícia?